Minas Trend Preview homenageia o corpo

ultima-hora-vestidoblog

Minas Trend Preview homenageia o corpo



Coleção Última Hora que irá desfilar no MTP



O Minas Trend Preview, único evento de pré-lançamentos do Brasil, chega a sua 7ª edição – que acontece entre 3 e 6 de novembro, na Lagoa do Ingleses, trazendo para Belo Horizonte importantes grifes brasileiras. Com curadoria de Ronaldo Fraga e direção artística de Carlos Pazetto, a feira de outono/inverno 2011 tem como tema Moda, Corpo, Moda, homenageando os 35 anos do Grupo Corpo e reverenciando o corpo como um instrumento fashion.
Consolidado com um dos maiores acontecimentos de moda do país, o evento é um espaço de geração de negócios que apresenta, em primeira mão, uma prévia das criações que irão rechear as araras na próxima estação.
Além de desfiles, o MTP conta com palestras e um salão de negócios para lojistas, compradores internacionais, jornalistas e formadores de opinião.

Confira a programação completa:

03/11

16h00 Desfile Sala 1: AUREA PRATES/ BLUE BANANA

17h30 Desfile Sala 2: MARY DESIGN/ FAVEN

19h00 Desfile Sala 1: CAVALERA/ ROGERIO LIMA

20h30 Desfile Sala 2: FAUSE HATEN

04/11

16h00 Desfile Sala 1: CELSO AFONSO/ ULTIMA HORA

17h30 Desfile Sala 2: APARTAMENTO 03/ CLAUDIA ARBEX

19h00 Desfile Sala 1: CHOUCHOU/ PATACHOU

20h30 Desfile Sala 2: SAMUEL/ CIRNANSCK

22h00 Desfile Externo: VICTOR DZENK

05/11

16h00 Desfile Sala 1: UMA

17h30 Desfile Sala 2: CAMILA KLEIN/ CHICLETES COM GUARANA

19h00 Desfile Sala 1: PATRICIA MOTTA/ ALESSA

20h30 Desfile Sala 2: NEON

BioCoutureSuzanneLee01

Novas tecnologias em tecido

Já imaginou poder criar roupas instantâneas sob medida e sem costura? Pois essa é a proposta criada pelo estilista espanhol Manoel Torres em parceria com o especialista em tecnologia de partículas Paul Luckan.

O Fabrican Spray-on é um aerosol que, ao entrar em contato com o ar, se transforma em tecido e possibilita que o usuário crie suas próprias roupas nas mais variadas formas. Após a secagem do produto, o material forma uma fibra bastante resistente, que pode ser lavada e usada diversas vezes.

Veja como funciona o produto em um vídeo oficial do fabricante:

http://www.youtube.com/watch?v=MEN82Ebrqyk&feature=player_embedded

E as novidades na tecnologia têxtil não param por aí.  Pensando em uma moda sustentável, a estilista inglesa Suzanne Lee desenvolveu o projeto Bio Couture. A partir de bactérias que reagem à cafeína, cria-se uma película de celulose que dentro de três semanas pode ser transformada em tecido.  A proposta é uma alternativa para substituir o uso de algodão, que consome um alto nível de agrotóxicos em sua produção.

Imagem: Divulgação/Bio Couture

aline

Profissionais da Moda Mineira Arregaçam a manga para atrair novos clientes

Aline Leonel mostra as peças mineiras para Maria José, do Mato Grosso
(Foto Gladyston Rodrigues/EM/D.A.PRESS)

Como fama somente não é sinônimo de lucro, profissionais da moda mineira têm arregaçado as mangas para não perder negócios com lojistas de outros estados, e até fora do país, para praças concorrentes, como São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Exemplo disso é que nesta semana está sendo promovida a terceira edição do BH à Porter, um evento promovido pela Cooperativa dos Profissionais em Negócios de Moda de MG (Coopermoda) para atrair clientes novos ou inativos para as cerca de 370 empresas do ramo que atuam na capital.
E o resultado agrada. Mais de R$ 3,1 milhões foram injetados no setor na última edição do movimento, entre os dias 20 e 24 de setembro. A expectativa da presidente da Coopermoda, Ângela Sampaio, é que os negócios gerados pelo BH à Porter deste mês sejam pelo menos 10% mais volumosos, mesmo que o investimento continue na casa dos R$ 11 mil. “Estamos facilitando a vinda de clientes, oferecendo vantagens como passagens aéreas e hospedagens. Os lojistas ouvem falar que a moda mineira é a mais talentosa do país, mas muitos não vêm fechar negócios aqui. Catálogos e vendas em sites, além da concorrência, claro, têm nos estimulado a trabalhar mais na divulgação para firmar nosso mercado”, explica.
Atrás de roupas e acessórios diferenciados, a empresária Maria José Marengo, dona da loja KMZ, da cidade de Sinop (MT), desembarcou esta semana em Belo Horizonte. Segundo ela, suas freguesas já ficam aguardando as novidades que ela leva daqui a cada dois meses, desde maio, quando veio pela primeira vez por indicação de uma amiga. “Todo mundo fala que a mulher mineira é a mais elegante. E estou vendo como vestem mesmo um casual bonito, chique, que a gente não acha para comprar em outros lugares”, diz. Segundo Maria José, os preços dos atacadistas de São Paulo são mais atrativos, permitem uma margem de lucro maior, mas a qualidade da moda mineira é mais requisitada.
Durante toda a sua estadia na cidade, Maria José conta com a consultoria da estilista Aline Leonel, uma das 47 filiadas à Coopermoda. Elas visitam entre 15 e 20 fábricas e show-rooms em dois dias e não revelam o volume das compras. Mas, segundo Aline, a maior parte dos lojistas de fora que vêm comprar em BH não gastam menos de R$ 20 mil. Outras consultoras de moda têm clientes que gastam até R$ 250 mil nas compras para revenda.
 

Jornal Estado de MInas – Tereza Rodrigues  – Publicação: 21/10/2010

O próximo movimento do BH À PORTER acontecerá na semana de 22 a 26 de novembro. PROGRAME-SE

Coopermoda participa do Fopemimpe

A Cooperativa dos Profissionais em Negócios de Moda de MG (Coopermoda), através da indicação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (SEDE), está participando do Fórum Permanente Mineiro da Micro e Pequena Empresa, o Fopemimpe. 

Alinhado com o Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas de Brasília, a capacitação é um dos pilares de seus objetivos. Através da criação de comitês temáticos, o Fopemimpe visa incentivar a troca de experiências entre os profissionais da área e discutir as possíveis melhorias para segmento.  A iniciativa reforça, também, a necessidade da criação de políticas públicas claras de apoio às pequenas empresas.

A Coopermoda participa do Comitê Temático de Comércio Exterior, representada pela cooperada Tereza Rigueira; do Comitê Temático de Capacitação Empresarial, através da cooperada Nalva Santos; e do Comitê Temático de Informação, com a participação da cooperada Ângela Sampaio.

ANA_TURCHETTE_-_AT237

Charme e sofisticação em novo espaço

A grife de bolsas Ana Turchette – criada por três irmãs que compartilhavam o interesse em produtos que trouxessem charme, beleza e feminilidade-, irá inaugurar sua primeira loja, no dia 21 de outubro, a partir das 10h, com coquetel a partir das 16h.

Sempre atenta à funcionalidade e beleza das peças, a Ana Turchette cria seus produtos em couros nobres, de toque macio e tons exclusivos, além de tecidos e ferragens diferenciados. A marca tornou-se referência no setor de acessórios por aliar as experiências de Ana Luíza, engenheira, Ana Paula, administradora de empresas, e Ana Carolina, designer de moda.

Após quatro anos se dedicando ao atendimento de lojistas do Brasil e do exterior, a grife agora investe na venda direta aos clientes. A primeira loja será aberta no mesmo local onde se encontram o escritório e a fábrica, e seu ambiente foi totalmente reformulado para proporcionar mais conforto.

Outra novidade é que a designer Ana Carolina possibilitará a criação ou customização de bolsas, tornando o produto ainda mais único e especial.

Para conhecer mais sobre a marca acesse: http://www.anaturchette.com.br/

Abertura da loja Ana Turchette.

Data: 21 de outubro, a partir das 10h com coquetel a partir das 16h.

Endereço: Av. Guaicuí, 671, Luxemburgo

macacao-barbara-bui

As tendências do Paris Fashion Week

A semana de moda de Paris chegou ao fim e, embora as tendências sejam para o verão europeu 2011, muitas propostas já são sucesso aqui no Brasil.

Na modelagem, os macacões são a aposta da vez. Longos e amplos, mas com recortes e tecidos inusitados, as peças dão conforto sem perder a feminilidade.

 

 Bárbara Bui no Paris Fashion Week

As transparências são garantia de sensualidade, mas devem ser usadas com cautela. Uma boa opção é investir em blusas delicadas e vestidos esvoaçantes, criando um visual “boudoir” na medida certa.

Desfile Chloé

Os comprimentos curtos ainda imperam, mas muitos desfiles trouxeram saias abaixo do joelho e vestidos longos, apontando uma temporada que pede conforto e elegância.

Lanvin durante o Paris Fashion Week

Nos acessórios, os cintos continuam cumprindo seu papel de curinga da produção. São eles os responsáveis por criar uma silhueta mais feminina em meio às modelagens amplas da estação.

Coleção YSL
S5004245

Moda ecológica



Showroom Raiz da Terra



Quando estava prestes a se formar em administração de empresas especializando-se em gestão ambiental, Cassius Silva Pereira, proprietário e sócio-fundador da Raiz da Terra, tinha um objetivo: aliar moda e sustentabilidade. O projeto teve início em 2003 e, após três anos de pesquisas, deu origem a uma grife baseada nos preceitos da ecoeficiência – produção de bens e serviços sustentáveis com preços competitivos que satisfaçam a necessidade do consumidor.
Hoje, quase cinco anos após se lançar no mercado, Cassius reconhece que só agora o Brasil está se abrindo para as alternativas sustentáveis. “Ainda é difícil o consumidor valorizar um produto desenvolvido de maneira ecológica, mas há sete anos, a sustentabilidade era um assunto completamente desconhecido no mercado das confecções. É um trabalho demorado de conscientização”, avalia.
Os carros-chefe da empresa são os tecidos 100% naturais, orgânicos e reciclados. As coleções, criadas pelo estilista Alexandre Franco em parceria com Cassius, são sempre inspiradas em temas que exaltam a cultura e a natureza brasileira, e utilizam matérias-primas como o algodão orgânico, o bio denim e o organic denim, a seda, o recycled, o eco-pet e outros tecidos amigos da natureza. Além disso, em 2011, a marca será a primeira do mundo a lançar um calçado 100% sustentável.
Mobílias feitas com madeira de demolição
As ações socioambientais não param por ai. O showroom no bairro do Prado, em Belo Horizonte, foi totalmente decorado com materiais e ideias sustentáveis. “Na área externa utilizamos um piso chamado Pavi-green, que permite que a água da chuva possa penetrar no solo. Também instalamos detectores de movimento para as luzes e mobiliamos com móveis feitos de madeira de demolição” explica Cassius, que foi o responsável pela decoração. A empresa colabora, também, com os projetos sociais “Asas do morro” e “S.O.S Falconiformes”.
Araras do showroom feitas de bambu
Além da expansão no mercado brasileiro, a grife comemora o forte reconhecimento no exterior. Seus produtos são comercializados no Japão, França, Itália, Grécia e na Europa germânica.
Para os interessados em adquirir as peças da marca e circular por aí com mensagens de conscientização ambiental, a Raiz da Terra disponibiliza em seu site oficial uma loja online e pode ser encontrada em diversos pontos de vendas do Brasil, que recebem as últimas novidades através dos consultores da Coopermoda.
 
Fotos: Fabiana Duffles/ Divulgação
       
DSC05923

Eleição 2010 – Governador

A Moda Mineira avança com Anastasia no Governo
 
Show room Leviza



A Coopermoda parabeniza a vitória do Governador Anastasia.
fernando-silva

Era só um aprendiz

Ser assistente da fundadora da Patachou, Nem Campos, aos 18 anos, foi um bom começo de carreira no mundo da moda para Fernando Silva, jovem estilista hoje com 28 anos, nascido em Contagem. Depois disso, ele passou pela Patogê e ganhou visibilidade ao ser braço direito de Victor Dzenk. Apesar do sucesso da parceria, que durou três anos, Fernando ousou criar sua própria marca, a Fleche D’or, em 2009.
Ele comemora conquistas bastante palpáveis em muito pouco tempo: já está vendendo a coleção de verão inspirada na natureza em mais de 200 multimarcas em todo o Brasil e no bairro Les Marris, na capital fracesa. É de lá que o designer acaba de voltar depois de fazer pesquisa de fornecedores (os tecidos e aviamentos para as próximas coleções) e tendências. Passou também por Londres e Veneza, onde se inspirou para a próxima coleção outono-inverno 2011. O tema será a Commedia dell’Arte, explorando o universo do carnaval de Veneza. Enquanto o próximo ano não vem, ele dá dicas certeiras para o verão: “Usar cinturas altas marcadas em saias e shorts curtos adornadas por cintos, além de muita estamparia digital de flores e animais”.

* Matéria publicada na revista Encontro nº112 / colunista: Carolina Godoi

imagem-3

Moda da natureza

A primavera, iniciada este ano no dia 23 de setembro, é uma época importante para as confecções. Além de marcar a chegada das novas coleções às araras, trazendo o colorido típico desta época do ano, a estação é fonte de inspiração constante.

 




Sputnik e Tutta são algumas das marcas que exploram as estampas florais em suas coleções
Nas ruas não poderia ser diferente. No bairro do Prado as árvores e flores já estão carregadas e enfeitam o caminho de quem circula pela região. Os ipês, considerados símbolos de Belo Horizonte, iniciaram sua floração ainda no inverno, e permanecem enfeitando as fachadas de muitos showrooms.

Ipê roxo em frente aos showrooms da Dasa e Chicletes com Guaraná
Showroom Divina Pele ganha cores na Primavera 

Ruas do Prado ficam coloridas nessa época do ano



Imagens: Divulgação/ Coopermoda

Categorias

thời trang trẻ emWordpress Themes Total Freetư vấn xây nhàthời trang trẻ emshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu nhà đẹp