V Seminário de Responsabilidade Social das Cooperativas Mineiras

dia-c2

V Seminário de Responsabilidade Social das Cooperativas Mineiras

O V Seminário de Responsabilidade Social das Cooperativas Mineiras, foi realizado no dia 25 de novembro, no Dayrell Hotel & Convenções, em Belo Horizonte.
OBJETIVOS
  • Orientar os participantes sobre desenvolvimento, elaboração e formatação de projetos.
  • Homenagear as práticas voluntárias ocorridas no Dia de Cooperar.
PÚBLICO

Dirigentes e empregados envolvidos com a área de Responsabilidade Social e participantes do Dia C 2011.

O Professor Vitor Seravalli apresentou o tema Responsabilidade Social e Sustentabilidade: relacionados a desenvolvimento sustentável e desenvolvimento humano.

“A Empresa socialmente responsável é aquela que possui a capacidade de ouvir os interesses das diferentes partes (acionistas, comunidade, prestadores de serviços, funcionários, governo e meio ambiente. Responsabilidade social é ter a capacidade de escutar”.

“Os conceitos de sustentabilidade agregam valores aos negócios”.

“Competência você cria quando adquire conhecimento, mas o conhecimento tem de se transformar em habilidades que, por sua vez, devem se transformar em atitudes”.

A presidenta da Cooperativa dos Catadores do Aterro do Jardim Gramacho-RJ, emocionou os participantes com sua história e do Tião Santos, principal personagem do documentário de co-produção Brasil e Inglaterra “Lixo Extraordinário”, indicado ao Oscar. É um dos líderes do Movimento Nacional dos Catadores de Recicláveis e peça fundamental na luta da classe para a aprovação da primeira Política Nacional de Resíduos Sólidos.

“Lixo é o que você joga fora, papel higiênico, absorventes, resíduos sólidos é o que você recicla papel, caixa de papelão, garrafa pet, vidro, latinha de cerveja”.

Aprendi que devemos ajudar aos catadores na realização dos sonhos: moradia, saúde, educação para os filhos, viver com dignidade, ao planeta reciclando idéias e garantindo as necessidades das gerações futuras.

Em todo Estado de Minas 216 cooperativas, voluntários, familiares, parceiros e comunidade se mobilizaram e fez o Dia C 2011 um grande sucesso.

“Ajudar a quem precisa é um ato de cidadania, de solidariedade e de amor” (Ronaldo Scucato – Presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG..

As cooperativas mineiras foram homenageadas com uma linda placa e um livro com todos os projetos realizados no último dia 03 de setembro de 2011, data que já entrou para o calendário do cooperativismo mineiro.

A Coopermoda realizou um bazar com a colaboração da Fabíola Cardoso, Raiz da Terra e Kadosh, campanha com os seus cooperados, amigos e familiares na doação de material de limpeza, roupas e alimentos não perecíveis e doação de sangue no Hemominas.

Agradecemos a todos que contribuíram e se empenharam na busca por uma sociedade melhor.

A Coopermoda juntamente com as cooperativas de trabalho fundou um comitê para transformar o DIA C no ANO C, uma ação contínua!

Contamos com o apoio e a colaboração de todos os parceiros, amigos, cooperados e familiares para que os nossos resultados sejam ainda melhores!

Doações de roupas para a realização de bazares, brinquedos, alimentos não perecíveis, etc, ligar para Coopermoda – (31) 2551 -5729


premier_vision2012

Première Brasil – Primavera/Verão 2013

18-19 JAN de 2012 | 10h às 19h

EXPO CENTER NORTE – PAVILHÃO VERMELHO 
SÃO PAULO
Rua José Bernardo Pinto, 333 Vila Guilherme – CEP: 2055-000
Mais Informações acesse: www.premierebrasil.biz

Design da Inclusão – Boas Idéias para o mercado

Design e estilistas voltam à atenção para as pessoas com necessidades especiais.

“Na moda ergonômica, as tendências devem adaptar-se às leis da física”.

A estilista Vitoria Cuervo começa a criar peças em algodão com elastano para maior conforto e mobilidade para mulheres com diferentes necessidades especiais. Analisar as particularidades de cada deficiência, o deslocamento de costuras, colocação de aviamentos além de redesenhar o conceito de beleza são alguns desafios dos estilistas da ergonomia fashion.

Não faltam boas idéias de design inclusivo. O governo e o mercado é que precisam superar limitações para proporcionar uma vida melhor aos 46 milhões de brasileiros com necessidades especiais – dado de Censo 2010.


Fonte: Jornal da Pampulha 26 de novembro de 2011.
designer-moda

Regulamentação da profissão de Designer de Moda

Regulamentação da profissão de Designer de Moda
Data de inserção: 21/11/2011

Em maio deste ano, o deputado Penna (PV-SP) entregou à Câmara o Projeto de Lei 1.391/2011 que “dispõe sobre a regulamentação do exercício profissional de designer”. No último dia 10 de novembro de 2011, na Apreciação da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP), o deputado Efraim Filho (DEM-PB), como relator, deu parecer em favor da regulamentação da profissão.
Sendo o projeto aprovado, ele vai a plenário onde precisa receber a maioria dos votos. Depois da redação final, vai para o Senado, e caso receba emendas (correções) no Senado, volta à Câmara e refaz o trâmite. Finalmente, após a aprovação das duas Casas, vai para a sanção da Presidente da República, que pode vetar a lei ou parte dela.
  
“REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO – PARECER DO RELATOR, DEP. EFRAIM FILHO (DEM-PB), PELA APROVAÇÃO.
PROJETO DE LEI No 1.391, DE 2011
… Dispõe sobre a regulamentação do exercício profissional de Designer, e dá providências.
Autor: Deputado PENNA
Relator: Deputado EFRAIM FILHO
I – RELATÓRIO
O Projeto em epigrafe conceitua a atividade de Designer e Projeto de Designer, reservando o exercício da profissão aos que possuem diploma de graduação em cursos de Design ou congêneres, como Comunicação Visual, Desenho Industrial, Programação Visual, Projeto de Produto, Design Gráfico, Design Industrial, Design de Moda e Design de Produto. Poderão também exercer a profissão os que comprovarem o exercício dela por mais de cinco anos e os que possuírem diplomas revalidados no País. A Proposição fixa também as atribuições do Designer, relacionando-as com atividades de planejamento, projeto, aperfeiçoamento, formulação e reformulação de sistemas, produtos, mensagens visuais, desenhos industriais, diagramas, memoriais, maquetes, artes finais, digitais e protótipos, entre outros. Atribui-se também a esse profissional a execução de estudos, projetos, análises, avaliações, vistorias, perícias e pareceres, além do exercício de cargos e funções em entes públicos e privados, inclusive o magistério.
O Projeto estabelece normas de responsabilidade e de autoria de projetos de design e fixa a obrigatoriedade de registro prévio em um conselho profissional a ser instituído. Esgotado o prazo regimental, não foram apresentadas emendas ao projeto. É o relatório.
II – VOTO DO RELATOR
Muito oportuna a proposição em análise. De fato, esse profissional exerce cada vez mais um papel estratégico no desenvolvimento de produtos e serviços pelas empresas e, dessa forma, mostra-se urgente a regulamentação das competências e atribuições a serem por ele desempenhadas. Como bem lembra o autor em sua justificação, desde 1980, foram apresentados cinco projetos de regulamentação ao Congresso Nacional, todos arquivados por motivos e circunstâncias diversas. Pensamos que é chegado o momento de retribuir o esforço dessa sacrificada profissão, outorgando-lhes um instrumento fundamental para o reconhecimento da classe e para a continuidade do desenvolvimento de atividade tão importante para a continuidade do desenvolvimento do mercado nacional de produtos e mensagens. A importância dessa atividade é tamanha que o Governo Federal lançou no ano de 1995 o Programa Brasileiro de Design (PBD), Trata-se de uma política pública, desenvolvida no âmbito do Ministério do Desenvolvimento, indústria e Comércio Exterior, voltada para a inserção e incremento da gestão do design nos setores produtivos brasileiros. O Programa fomenta a atividade por meio de prêmios de design nos mais diversos setores da cadeia produtiva, com vistas a disseminar e valorizar o design nacional no Brasil e no exterior. Nada mais coerente, portanto, do que dar seqüência a esta política pública e fixar a regulamentação da profissão, como forma não só de reconhecer a categoria como também de apoiar e incentivar o contínuo desenvolvimento do designer brasileiro.
Diante do exposto, manifestamo-nos pela aprovação do Projeto de Lei nº 1.391, de 2011.
Sala da Comissão, em 10 de novembro de 2011.
Deputado EFRAIM FILHO
Relator”

es13-11-2011

Lançamentos Trimestrais – Calendário 2012

Publicado no Jornal Estado de Minas de 13/11/2011 na coluna da Anna Marina os Lançamentos Trimestrais do Calendário 2012 da Coopermoda.

Acompanhe a notícia acessando o link: Lançamentos Trimestrais

IMG_4819

1ª FEIJOADA COOPERATIVISTA BENEFICENTE

Prestigiada num clima descontraído, leve e de muita cooperação, aconteceu a 1ª Feijoada Cooperativista beneficente.

Deliciosa, servida com a caipirinha preparada pelo Geraldo Magela, animaram a tarde na Coopentec com sorteios e bingo!

Breve com data a ser confirmada, aguardem “Comida de Buteco Beneficente”.


Instituições Assistidas:
DSC06880

Fopemimpe

Aconteceu no BDMG a VI Assembléia Geral do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. OS Membros dos Comitês Temáticos participaram das reuniões para debates e construção de propostas que foram apresentadas e acatadas pela plenária do Fórum.


Saiba mais informações no link:  Apresentação VI Assembleia

roma

Roma – A Vida e os Imperadores

O Conselho Empresarial de Cultura da ACMinas, promoveu para os membros do Conselho e convidados, uma visita guiada à exposição na Casa Fiat de Cultura – “Roma – A Vida e os Imperadores”, seguida de palestra  “A Escravidão em Roma Antiga”. A mostra ilustra a história das dinastias com grande variedade de peças. A exposição permanecerá até 18/12/2011. Imperdível! 
convite_cafe_batom_08_11

Café Batom – Conver$a de Negócio

O Conselho da Mulher Empreendedora da ACMinas realizou hoje o “Café Batom – Conver$a de Negócio”. 

A Coopermoda participou do evento que foi aberto pelo Presidente da ACMinas Roberto Luciano Fagundes, seguido da Presidente do Conselho da Mulher Empreendedora Juliana Moraes empresária da Água Fresca – Lingerie,  que deram as boas vindas aos convidados.

O tema “Mulheres: Cultura e Desenvolvimento” foi abordado pela Secretária de Cultura Eliane Parreiras:

“As Políticas e Diretrizes para o fortalecimento da política de desenvolvimento do Patrimônio Cultural de Minas Gerais é muito diverso além das riquezas de Minas! As políticas culturais são fomento para o desenvolvimento do Estado”.

“O Projeto estruturador de governança democrática “Minas Patrimônio Vivo” foi lançado pelo Governador Anastasia, de proteção ao patrimônio cultural de Minas Gerias”.

A Secretária adiantou o projeto inicial de acústica e arquitetônica do Complexo Cultural do Barro Preto para 2014.

O Café Batom homenageou a cultura mineira e a crescente participação feminina na economia e a presença da Deputada Luzia Ferreira do PPS e da Vereadora Sílvia Helena.

A Coordenadora de Projetos de Cultura da ACMinas Cláudia, destacou a qualidade da administração e atuação da secretária de cultura do estado Eliane Parreiras e como abraçou o projeto de Natal “BH Cidade Natal” para as festividades de final de ano.


Categorias

thời trang trẻ emWordpress Themes Total Freetư vấn xây nhàthời trang trẻ emshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu nhà đẹp