Prêmio Sebrae Minas Design divulga projetos finalistas

Home / Design / Sebrae /
assintecal

Prêmio Sebrae Minas Design divulga projetos finalistas

Vencedores do concurso serão apresentados em setembro e partiparão de missão técnica internacional
Já são conhecidos os projetos finalistas do 3º Prêmio Sebrae Minas Design. Dos 285 trabalhos inscritos, a banca julgadora classificou 95. Desses, foram eleitos 25 na categoria profissional e 20 na estudante. Os vencedores serão divulgados no dia 19 de setembro na 4º Bienal Brasileira de Design, na capital mineira.
A lista dos classificados e finalistas pode ser conferida em www.premiosebraeminasdesign.com.br. Todos os projetos integrarão um catálogo elaborado e distribuído pelo Sebrae em Minas Gerais. O objetivo é despertar o olhar dos empresários para os benefícios que o design pode agregar às micro e pequenas empresas, sobretudo quanto à competitividade e sustentabilidade.
Os finalistas também receberão certificado e participarão da mostra do prêmio. Os vencedores, um de cada categoria e setor produtivo, receberão troféu e ainda participarão de uma missão técnica internacional.
A coordenadora da premiação e analista de Inovação e Sustentabilidade do Sebrae em Minas Gerais, Andréa Tristão, conta que em anos anteriores perguntou aos designers se eles preferiam dinheiro ou a missão. Segundo ela, todos foram unânimes ao escolher a viagem. “Eles reconhecem o prêmio como uma oportunidade de trabalho e estabelecimento de contatos. Todos participam de visita técnica guiada pelo Sebrae e com acesso a empresas internacionais”, explica.
Em Amsterdã, por exemplo, os designers visitaram pequenos escritórios similares aos brasileiros. Eles também conheceram a fábrica da Vitra, renomada marca de mobiliários, além de universidades e museus.
Em uma enquete, recém realizada na fanpage do prêmio no Facebook, os participantes votaram nos países que gostariam de visitar na missão. Quase 45% deles escolheram como destino os Estados Unidos, sinalizando como local de visitas a IDEO, empresa com abordagem no design social e direcionada a levar inovação a organizações dos setores público e privado. 

Sustentabilidade na indústria de calçados

Sustentabilidade na indústria de calçados
Autor: Martha Mendes

Kildare utiliza matéria-prima ecologicamente responsável na confecção de novos produtos

Fios reciclados de garrafas PET e aparas de tecidos descartados na indústria têxtil são as bases do novo calçado ecofriendly, produzido pela Kildare. Os solados dos artigos da linha são feitos de látex extraído de seringueiras de reflorestamento e cascas de arroz, que normalmente são desprezadas pelos cultivadores. O forro do calçados é produzido com fibras de bambu e eucalipto, considerado um antimicrobiano natural.

A nova linha chamada Kildare Bio-Attitude utiliza espuma extraída da soja. O material proporciona economia de 61% no consumo de energia durante a produção. Os acabamentos são de alumínio reciclado, os cadarços confeccionados em algodão 100% natural e tingidos à base de água. O sapato também não utiliza solvente, nem mesmo para a aplicação de adesivos, que são afixados à base de água. O contraforte e a couraça são 100% recicláveis e não geram resíduos no processo.

Saiba mais sobre essas ações acessando Kildare.

Fonte: SEBRAE

Categorias

thời trang trẻ emWordpress Themes Total Freetư vấn xây nhàthời trang trẻ emshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu nhà đẹp